Dia Mundial da Saúde

April 23, 2018 - by Gabinete de Comunicação e Imagem - in Dicas & Notícias

O Dia Mundial da Saúde é comemorado no dia 07 de Abril, pois coincide com o dia da criação da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 1948. O objectivo desta comemoração é de consciencializar a população a respeito da importância de manter o corpo e a mente saudável e falar de alguns problemas de saúde que atingem a população mundial, alertando sobre os riscos e ensinando sobre a prevenção.

O que é saúde?

Segundo a OMS, a saúde “é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não consiste apenas na ausência de doença ou de enfermidade”.

Vale lembrar que garantir a saúde não é apenas investir em hospitais e oferecer medicamentos para os doentes. Investir em saúde é garantir saneamento básico para todos, é levar educação de qualidade para que todos possam estar informados a respeito dos riscos de determinadas acções e a forma de prevenir doenças, é garantir alimentação de qualidade e, principalmente, promover qualidade de vida.

Todos os anos são realizadas campanhas, a nível mundial, a respeito de um tema directamente relacionado com a saúde. Essas acções são importantes para que a população aprenda a cuidar-se e informar-se sobre os seus direitos quando o assunto é a promoção da saúde.

Quais as doenças mais frequentes em Angola?

Existe um grupo de doenças endémicas entre as populações pobres de África, Ásia e América Latina. As medidas preventivas e tratamento para algumas dessas doenças são conhecidos, mas infelizmente não estão disponíveis universalmente nas áreas mais pobres do Mundo.

Além da Sida, Tuberculose e Malária, que são patologias infecciosas responsáveis pela morte de mais de 500 milhões de pessoas, existe também um grupo de patologias não infecciosas responsáveis pelo aumento do índice de mortalidade da população mais adulta, que nos dias de hoje tem afectado também a camada mais jovem. A diabetes e a hipertensão são doenças não transmissíveis que estão estritamente relacionadas com o aumento de casos de acidentes vasculares cerebrais e enfartes do miocárdio. Com a globalização vieram as mudanças no estilo de vida da população, mudanças nos hábitos alimentares, que juntamente com o sedentarismo têm contribuído para o aumento dessas patologias não transmissíveis.

Todas estas patologias são tratáveis e devem ter um acompanhamento médico adequado para a prevenção de complicações mais graves, daí ser importante educar e consciencializar a população para um acompanhamento e tratamento de patologias que facilmente podem levar a morte dos mesmos. Todos os sinais de alerta devem ser estudados e descartados por um médico.

Portanto, consulte-se pelo menos uma vez ao ano e faça um estudo detalhado das patologias mais frequentes na nossa sociedade. A prevenção é a base para um resultado mais eficaz e uma vida mais saudável e feliz.

“A saúde ainda é e sempre será o bem mais precioso para todos os homens. Cuide dela.”

Fontes

  • www.oms.org
  • Estratégia de Cooperação da OMS 2015-2019 Angola
  • OMS Escritório Regional Africano, 2016
  • Center for disease control and prevention CDC.

Conheça a Dra. Olinda Capemba

  • Médica de Clínica Geral, trabalha na CLIGEST desde 2017
  • Licenciada em Medicina pela Universidade Jean Piaget (2016)
  • Estágio profissionalizante pelo Hospital São Teotónio – Viseu (Portugal) (2015)
  • Curso em Emergências Médicas pela CSE (2017)

Marque consulta

Share this article

Gabinete de Comunicação e Imagem

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

18 + six =

×

Make an appointment and we’ll contact you.

Nome (obrigatório)

Sobrenome (obrigatório)

Email (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem