Primeira Consulta

Durante a primeira consulta é feita uma avaliação do casal, uma vez que ambos são parte fundamental do processo de diagnóstico e terapêutica.

É registada a história clínica e reprodutiva, e é feita uma exploração física e ginecológica.

Não sendo possível identificar o factor de infertilidade durante a consulta, será proposta ao casal a realização de exames complementares de diagnóstico, antes da referência para tratamento.

Este estudo compreenderá, também, o rastreio serológico das infecções caso os exames pré– concepcionais tenham sido realizados há mais de 6 meses, ou se a situação clínica o justificar.

 

Exames Complementares de Diagnóstico

Espermograma: é análise do sémen. Para a colheita do ejaculado deve-se utilizar o método de masturbação, e o homem deve manter abstinência sexual de 2 a 3 dias. Trata-se de uma análise macroscópica e microscópica do sémen, que não deve ser considerada um teste de fertilidade masculina,  já que homens inférteis podem apresentar espermogramas normais, assim como homens com espermogramas “alterados” frequentemente são pais. ( Exame realizado na Clínica Vida de Viana)

Análises Clínicas: O objectivo é avaliar a saúde geral dos pacientes, os níveis hormonais, análises pré-natais e  despiste de doenças infecto-contagiosas.

Histerossalpingografia (HSG): trata-se de um exame radiológico que utiliza um líquido especial injectado através do colo uterino, com o objetivo de visualizar e avaliar o interior do útero e a permeabilidade das trompas de Falópio. Este procedimento é realizado entre o 6º e 11º dia do ciclo menstrual.

Ultrassonografia pélvica e transvaginal: tem como objectivo avaliar a pelve feminina, o que possibilita detectar miomas e pólipos uterinos, quistos ováricos e endometriose, condições  que podem influenciar negativamente a fertilidade de um casal.

Histeroscopia: é um procedimento de diagnóstico que utiliza um histeroscópio (pequeno tubo com uma câmera acoplada) para avaliar a cavidade uterina para visualizar pólipos, miomas ou processos infecciosos que podem prejudicar a implantação embrionária na cavidade uterina, e, uma vez encontrados, removê-los. Este procedimento é realizado entre o 6º e o 11º dias do ciclo menstrual.

Teste de Huhner (póscoital): fornece informações sobre a qualidade e quantidade do muco cervical, as interacções esperma/muco e a presença de anticorpos antiespermatozóide.

Nota: A excepção do exame de espermograma, as consultas e exames complementares são realizados exclusivamente na Clínica Vida de Luanda.

×

Make an appointment and we’ll contact you.

Nome (obrigatório)

Sobrenome (obrigatório)

Email (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem