O que é a Endometriose?

September 21, 2017 - by Gabinete de Comunicação e Imagem - in Dicas & Notícias

No Comments

A Endometriose caracteriza-se pelo crescimento de células endométriais (camada interna do útero) noutras regiões do corpo. Geralmente, este crescimento anómalo ocorre na região pélvica, fora do útero, em locais como:

  • Ovário
  • Trompas
  • Intestino
  • Reto
  • Bexiga e outras

A origem da endometriose ainda não é totalmente conhecida, e é mais frequente entre os 25 e 35 anos de idade.

Causas

  • Menstruação Retrógrada –  quando a menstruação sofre um retorno para a cavidade pélvica
  • Crescimento embrionário – as células que envolvem a cavidade pélvica têm origem embrionária. Por um mecanismo desconhecido, elas podem transformar-se em endométrio
  • Imunidade deficiente – o corpo é incapaz de reconhecer e destruir as células endometriais que crescem em local anómalo
  • Outras causas – após algumas cirurgias pode ocorrer este crescimento

Factores de Risco

  • Início precoce da menstruação (menarca)
  • Nuliparidade
  • Menstruação abundante 
  • Hímen Imperfurado (que bloqueia a saída da menstruação)
  • Anomalias do Útero
  • Dismenorreia  (menstruação dolorosa ou dores menstruais)

Sintomas

De um modo geral, a endometriose provoca o aparecimento de sintomas, sendo que em 80% dos casos a dor é a principal manifestação e sintoma mais grave da doença. A sua intensidade interfere com a qualidade de vida da mulher. Outros sintomas são: 

  • Dismenorreia (dor intensa no período menstrual)
  • Dor no baixo-ventre ou Cólicas (antes da menstruação)
  • Dores no acto sexual
  • Dor ao urinar e ou a defecar
  • Infertilidade (dificuldade em engravidar)
  • Fadiga
  • Diarreia

Diagnóstico

Normalmente é difícil diagnosticar a Endometriose, no entanto, entre os métodos diagnósticos existentes, destacamos:

  • Realização de um histórico clínico (sintomas)
  • Ecografia Pélvica
  • Ressonância Magnética
  • Laparoscopia

Tratamento Médico

A Endometriose não tem cura, sendo que os tratamentos estão orientados para o alívio da dor e dos outros sintomas, de modo a aumentar as possibilidades de gravidez e reduzir os focos de endometriose. O tratamento depende da idade, gravidade dos sintomas e o desejo ou não de procriar, e pode incluir:

  • Medicamentos para minimizar a progressão da doença
  • Cirurgia – para retirar as áreas afectadas
  • Cirurgia Radical – Histerectomia (remoção cirúrgica do útero)

Prevenção

As consultas de ginecologia devem ser feitas anualmente a partir da primeira menstruação (menarca). Não é possível prevenir o desenvolvimento de endometriose, por isso é importante escolher o método de contraceptivo mais adequado a cada mulher.

Conheça a Dra. Maria Imaculada

Licenciada em Medicina pela Universidade de Ciências Médicas Cienfuegos FMC em Cuba e especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Universidade do Porto – Maternidade de Júlio Dinis.

 A Dra. Maria Imaculada é Co-Directora do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia da Cligest e uma profissional em actualização permanente, em seminários, e congressos nacionais e internacionais.

 Áreas de Intervenção:

– Patologia do colo Uterino

– Histeroscopia Diagnóstica

– Vigilância Pré- Natal ( Medicina Materno fetal

– Vigilância Ginecológica

– Raio x (Histerossalpingografia – HSG)

Marque a sua consulta com a Dra. Maria Imaculada

Fonte:
Novak & Berek – Tratado de Ginecologia

Share this article

Gabinete de Comunicação e Imagem

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

11 − two =

×

Make an appointment and we’ll contact you.

Nome (obrigatório)

Sobrenome (obrigatório)

Email (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem